Animais

Doenças mais comuns de hamster

Pin
Send
Share
Send
Send


Se você tem ou está pensando em ter um hamster, estará se perguntando como está a saúde desses animais. Assim como todo mundo eles são propensos a sofrer certas doenças e dores, embora tenhamos certeza de que você fará o possível para evitá-los. Enfim, achamos que é uma boa ideia ser informado sobre as doenças mais comuns dos hamsters. Você quer descobrir? Continue lendo!

Cogumelos e ácaros

Eles são bastante frequentes. Se o seu hamster tiver esse problema, Você notará que arranha muito, tem ansiedade e irrita a pele, além de o cabelo cair.
Existem várias causas da presença de fungos e ácaros em hamsters: má alimentação, falta de higiene, estresse, espaço muito pequeno ...

Se o seu hamster tiver diarréia, pode ser porque você comeu muita fibra (alimentação inadequada) ou talvez alguns alimentos em más condições. Se persistir, sinalizará uma infecção bacteriana ou intoxicação.

Cauda molhada

Como A cauda úmida é uma das doenças mais comuns dos hamsters? Se nem parece doente! Bem, sim, se você notar que seu hamster tem uma área de cauda molhada e também, provavelmente, também diarréia, isto significa que tem colibactérias. Geralmente é mais frequente em animais jovens.

Abcessos São inchaços subcutâneos que podem aparecer em qualquer parte do corpo do seu hamster. Pode ser devido a uma infecção por um corte ou uma mordida de outro animal.

Outras vezes, quando o hamster é mais velho, um nódulo no corpo também pode ser devido a um tumor.

Lábios irritados

Se o seu hamster tiver os cantos ou até o nariz irritado, é devido a alimentação inadequada. Essas são fissuras criadas na pele e preenchidas com bactérias, causando uma infecção.

Além disso, o contato com o feno também pode causar lacrimejamento e infecções oculares.

Diarréia: um sintoma alarmante e frequente

A diarréia não é uma patologia em si mesma, mas É o sintoma mais comum entre as doenças mais comuns dos hamsters. Representa um enorme risco para a saúde do animal, porque pode levar a desidratação grave em nenhum momento.

As principais causas de diarréia nesses pequenos roedores são:

- Mudanças repentinas na sua dieta.

- Má higiene da gaiola e dos acessórios.

- Uso de medicamentos veterinários (principalmente antibióticos).

Se o seu hamster você tem diarréia, é essencial ir ao veterinário especializado. Além disso, recomenda-se fortalecer sua hidratação e limpeza do meio ambiente.

Doenças mais comuns de hamster

Em seu habitat natural, os hamsters dificilmente ficam doentes, porque seu corpo robusto é resistente e sua inteligência lhes permite permanecer seguros e sobreviver a predadores.

Porém, Por isso, expomos você a vários desequilíbrios, graças a mudanças no ambiente e nos alimentos. Portanto, é nossa responsabilidade oferecer as condições ideais para o seu desenvolvimento.

A seguir, vemos as doenças mais comuns do hamster, suas principais características e causas.

1- Abscessos

O abscesso consiste em um nódulo palpável que se forma sob a pele do hamster. Esse fenômeno resulta do acúmulo de pus devido a uma infecção.

Normalmente o processo infeccioso é causado por uma lesão acidental ou por uma picada de outro hamster. Isto é devido, acima de tudo, quando eles não foram adequadamente desinfetados e cicatrizados.

Muitas vezes, abscessos podem se formar perto das bochechas do hamster, como se o animal tivesse bochechas inchadas. É importante estar atento a esse pequeno inchaço, evitando complicações futuras graças à sua ruptura.

Uma vez que o abscesso se desenvolveu, a única forma de tratamento consiste na remoção e recuperação subsequente. Escusado será dizer que o veterinário é o único profissional treinado para realizar o tratamento adequado.

2- "Cauda molhada"

A cauda úmida mo 'é uma das doenças mais comuns de hamster e tem uma alta taxa de mortalidade. Pode afetar animais de todas as idades, mas é mais comum em filhotes de hamster, logo após o desmame. E nesse momento eles experimentam a mudança mais radical em sua dieta.

Como o próprio nome da doença indica, o animal infectado apresenta a cola permanentemente molhada por causa da diarréia constante e, por causa disso, corre o risco de ficar desidratado e morrer rapidamente. Esse desequilíbrio no seu corpo tem a causa mais frequente de mudanças bruscas na dieta ou em uma dieta desequilibrada.

3- Gripes e resfriados

A gripe e resfriados geralmente afetam um hamster de maneira muito semelhante aos seres humanos. Portanto, os sintomas são muito semelhantes: febre, espirros, prostração, nariz molhado, etc. Novamente, deve-se notar que é essencial ir ao veterinário para reconhecer os primeiros sinais em seu animal de estimação.

Infelizmente Seu pequeno organismo se torna muito vulnerável quando é infectado pelo vírus Influenza. Consequentemente, a maioria dos hamsters desenvolve pneumonia derivada da gripe e, nesses casos, a taxa de letalidade é alta.

Surtos de gripe e resfriados aparecem durante o inverno, portanto, é fundamental fortalecer a prevenção para a chegada dos dias mais frios. É por isso que é recomendável prestar atenção especial ao ar condicionado da casa e à localização da gaiola.

Fonte: Ko1

4- Diabetes

O diabetes é outra das doenças mais comuns do hamster que apresenta sintomas semelhantes em humanos. Deve-se notar que a espécie anã Campbell é especialmente vulnerável a essa patologia.

Esta doença é caracterizada pela deficiência da produção de insulina pelo pâncreas.. Quando o corpo secreta essa substância com moderação, torna-se incapaz de controlar os níveis de glicose no sangue. Assim uma grande quantidade de glicose não é mais transformada em energia, que permanece "presa".

Então, o roedor entra em um tipo de 'estado de fome', porque a glicose não atinge a corrente sanguínea. Isso explica por que um hamster diabético pode consumir grandes quantidades de alimentos e ganhar peso rapidamente, de modo que o animal que parece estar sempre com fome, de fato, sofre de diabetes.

Hamsters podem desenvolver tumores em várias partes do corpo, especialmente os idosos. Estes geralmente aparecem como caroços sólidos sob a pele do animal, é por isso que é importante estar ciente de quaisquer alterações físicas em seu animal de estimação para reconhecer imediatamente a presença de um tumor.

Como poderia ser de outra forma, é essencial ir imediatamente ao veterinário, para impedir o progresso e verificar a possibilidade de remover o tumor. A prevenção correta contra as doenças mais comuns dos hamsters implica respeitar as visitas ao veterinário e desparasitação adequada.

Como saber se há sinais de doença em hamsters

Embora os hamsters não sejam tão expressivos quanto os outros animais, eles mostram sinais de estarem doentes, porque é irremediável que, quando isso acontece, eles se sentem mal. Os sintomas mais comuns que permitem que você veja que seu hamster está doente são os seguintes:

    Perda>

Ele acha que, embora os hamsters sejam muito resistentes, devido ao seu pequeno tamanho, se uma doença os atacar, pode agravá-los muito rapidamente. É por isso que você desempenha um papel muito importante nesse assunto.

Você deve ficar de olho no seu animal de estimação constantemente, sem esquecer nenhum tipo de mudança isso é no seu corpo ou no seu comportamento, por menor que seja.

De vez em quando, Tome-o, acaricie-o, examine-o profundamente até atingir sua pele, sinta seu corpo, olhe dentro de seus ouvidos ... Assim, você pode diagnosticar rapidamente se algo estiver acontecendo com você.

Quais são as doenças mais comuns em hamsters

Contudo, Alguns sinais serão mais graves que outros, e depende da doença que o animal possa ter. No entanto, qualquer que seja o sinal que você vê no seu animal, não adie a visita ao veterinário. Você sabe o que eles dizem sobre "prevenir é melhor que remediar".

Mesmo assim, queremos informá-lo sobre algumas das doenças mais comuns desses animais, para que sejam facilmente reconhecíveis para você:

Aparelho digestivo

Devido ao seu pequeno tamanho e outras causas, os hamsters sofrem muito com doenças do sistema digestivo, porque Há muitas ocasiões em que os superalimentamos acidentalmente.

Lembre-se de que é um animal pequeno e que sua porção de alimento deve ser proporcional ao seu corpo. Você também deve observar que bebe água suficiente, pois às vezes são esquecidos, e isso pode levar você a um estado de desidratação grave.

Esses abscessos ou fístulas são geralmente um sinal de uma doença ou infecção mal curada. Não suponha que não seja sério, pois ter um pode causar grandes danos ao seu hamster. Cure a ferida diariamente com água oxigenada e uma pomada especial. O seu veterinário irá recomendar o melhor para cada caso.

Isso pode ser devido a muitos fatores, como mudança de gaiola, comida, água ou falta de higiene. Quando você perceber que seu animal está com diarréia, é melhor não dar nada para comer e, pouco a pouco, adicione arroz e aveia ou outros cereais que vão bem.

Aparelho respiratório

Esta é uma das partes mais sensíveis do seu corpo. Um resfriado, uma bactéria ou um vírus que está no ambiente epoderia afetá-lo a tal ponto perca sua vida

Se você perceber sinais de respiração rápida ou forte, coriza, olhos lacrimejantes ou qualquer outro sinal semelhante ao da gripe, leve-o rapidamente ao veterinário. A vida do seu hamster pode estar em perigo.

Meu hamster está doente?

Sendo um animal tão pequeno, às vezes é difícil detectar os sintomas que indicam que hamster algo está errado Devemos começar a nos preocupar quando:

  • Ele é apático, agressivo, não é ativo à noite, irrita-se facilmente, faz movimentos estranhos, salta, alonga o corpo, não come, treme, é assustador ou arranha.
  • A região anal é úmida, as unhas são muito longas, a barriga está inchada, dura e tensa, sofre de diarréia, desnutrição, perde uma quantidade de peso superior a sete gramas por semana, muda a cor das pernas e adota uma postura enrugada.
  • Nós o vemos sujo e descuidado, inchado, machucado e perdendo cabelo.
  • Seus olhos são lacrimejantes e vermelhos, volumosos, colados e semi-fechados ou secos.
  • Faz barulho ao respirar ou espirra.
  • Saliva excessivamente, irrita lábios, dentes muito longos ou deformados e não pode esvaziar completamente a jaritataca.

Ao detectar alguns desses sintomas, a melhor coisa que podemos fazer pelo animal é levá-lo a um veterinário com experiência em pequenos mamíferos.

Doenças frequentes de hamster

Não há doenças exclusivas para hamsters mas pode ser afetado por:

  • Ácaros e fungos

Sintomas: O hamster coça e anda inquieta pela gaiola, endureceu os cabelos ou tem manchas carecas nas quais a pele irritada é vista.
Possíveis causas: Ácaros ou sarna. As infecções por ácaros geralmente aparecem como resultado de um enfraquecimento do sistema imunológico do animal devido a uma gaiola muito pequena, estresse, comida suja ou má alimentação). A limpeza exagerada também pode causar a hamster Ser incapaz de produzir defesas.
Solução: leve para hamster ao veterinário prescrever o tratamento apropriado.

Sintomas: Excremento de hamster São pastosos ou líquidos e têm a região anal sempre suja. O animal é menos ativo e até come menos.
Possíveis causas: Infecção bacteriana ou ingestão de plantas domésticas venenosas. Também é possível que tenhamos comido demais alimentos frescos ou que tenhamos deixado solto e que parte do solo seja comido.
Solução: Pare de dar alimentos frescos, limpe a região anal para evitar infecções e leve-a ao veterinário o mais rápido possível.

  • Doença da cauda molhada

Sintomas: O hamster Tem algumas partes da cauda molhadas e sofre de diarréia.
Possíveis causas: Colibactérias. Geralmente afeta indivíduos jovens que sofrem de estresse.
Solução: Pare de dar alimentos frescos, limpe a região anal para evitar infecções e leve-a ao veterinário o mais rápido possível.

  • Oclusão de transporte

Sintomas: tente esvaziar as bochechas inutilmente e recusar alimentos.
Possíveis causas: As bochechas estão entupidas pela ingestão de alguns alimentos doces ou pegajosos.
Solução: Leve-o ao veterinário o mais rápido possível.

Sintomas: O hamster Espirra, tem o nariz escorrendo e produz uma respiração ofegante.
Causas possíveis: Manutenção incorreta. Talvez o hamster foi exposto a correntes de ar ou mudanças repentinas de temperatura.
Solução: Leve-o ao veterinário o mais rápido possível. Muito provavelmente, ele prescreverá antibióticos.

Sintomas: O hamster Possui um nódulo subcutâneo (formado por pus) em qualquer parte do corpo.
Possíveis causas: Para feridas, mordidas, arranhões ou cortes não desinfetados.
Solução: O veterinário irá prescrever antibióticos.

Sintomas: O hamster Você tem um nódulo ou alguma área dura embaixo da pele.
Possíveis causas: Envelhecimento.
Solução: Dependendo da idade do hamster e a situação do tumor, pode ser operada ou não. Se o tumor for relativamente pequeno, o veterinário provavelmente nos aconselhará a não operar. Se o tumor for grande e o hamster Tem mais de 18 meses, pode ser preferível sacrificá-lo.

  • Lábios irritados

Sintomas: O hamster Apresenta forte irritação nos cantos da boca, nos lábios e, em casos avançados, também no nariz.
Causas possíveis: Devido a uma dieta monótona ou incorreta, ocorreram pequenas fissuras na pele que foram preenchidas por fungos ou bactérias.
Solução: O veterinário provavelmente prescreverá uma pomada.

  • Fraturas ósseas

Sintomas: O hamster não pode andar
Causas possíveis: Grandes quedas ou saltos muito altos.
Solução: é difícil resolver fraturas das extremidades ou da coluna. Nestes casos, é melhor sacrificá-lo.

  • Choque térmico

Sintomas: O hamster Ele é apático e permanece esticado no chão com uma respiração muito rápida.
Possíveis causas: Longa exposição ao sol ou a temperaturas muito altas (acima de 25 ° C).
Solução: Mover para hamster para um local mais fresco e umedeça a boca com água. Também podemos ventilá-lo ou colocá-lo na frente de um ventilador.

  • Doenças oculares

Sintomas: O hamster Você tem excesso de secreção de lágrimas e seus olhos estão volumosos ou infectados.
Possíveis causas: Infecção bacteriana dos olhos causada por uma pequena lesão ocular causada pelo feno.
Solução: O veterinário provavelmente prescreverá uma pomada para os olhos.

Sintomas: mordidas na região anal ou genital ou nos flancos.
Possíveis causas: confrontos violentos entre nossos hamsters.
Solução: Feridas sem importância geralmente curam dentro de alguns dias. Para hemorragias e ferimentos graves, devemos levá-lo ao veterinário o mais rápido possível.

Sintomas: O hamster Ele é velho, pesa um pouco mais do que a conta, urina muito e tem olhos nublados.
Possíveis causas: Alimentos muito ricos em açúcar ou gordura.
Solução: Não há cura possível para o diabetes, mas a melhor maneira de evitá-lo é dar ao animal uma dieta variada e saudável.

Apesar de cuidar de nossa hamster O melhor de tudo é que não devemos esquecer que os pequenos mamíferos tendem a ter uma vida bastante curta e, embora pareça pouco, não podemos impedir que uma coisa ou outra acabe morrendo.

Últimos comentários neste artigo (67)

Por fidel_herrera em 13/06/2018 às 03: 17h

Olá, gostaria de fazer uma pergunta. Eu tenho um hamster de cerca de 7 meses, e tem duas constrições na parte dorsal do corpo, 1 de cada lado e no mesmo nível, não sei por que era, mas já tínhamos um hamster que tinha as mesmas condições e o tempo passou mais tarde , igualmente, come muito pouco e começou a reduzir tamanhos. Precisamos urgentemente de ajuda, pois o tratamento que eles nos deram com o anterior não teve efeito e não queremos mais perder outro hamster.

Por charlysnow em 06/02/2017 às 04: 02h

Boa noite, como você recomenda o banho e, se precisar de alguma solução especial?

Por chenflis em 06/11/2016 às 21:54

Olá, por favor, espero que você me ajude. Estou com meu pequeno hamster muito doente. A região anal está molhada, a barriga está inchada, dura e tensa, ele sofre de diarréia, muda a cor das pernas e adota uma postura encolhida. O que eu poderia fazer neste caso?

Por narutojpk em 18/05/2015 às 22: 06h

Se você coçar muito, deve ter uma pequena infecção na pele, observe-a bem se a pele estiver muito vermelha ou se o cabelo cair, a melhor coisa a fazer é tomar um pequeno banho, mas se tiver crostas, arranhe ou arranhe. olhos sem parar levá-lo para o beterinary

Por chromito em 18/05/2015 às 15:32

Ajude meu hamster a coçar muito, não sei o que fazer

Doenças comuns do hamster

Toda espécie tem certas condições de saúde que são chamadas de comuns. Isso significa que eles podem ser vistos com alguma frequência. Então você sabe quais são as doenças mais comuns dos hamsters continue lendo este artigo.

Perturbações do coração e dos vasos sanguíneos

Coágulos sanguíneos Às vezes, ocorrem no hamster dentro de uma das câmaras superiores do coração. Esta condição é chamada trombose atrial. Os bloqueios são freqüentemente encontrados no lado esquerdo do coração.

O insuficiência cardíaca congestiva É uma condição na qual o músculo cardíaco está enfraquecido e não pode bombear sangue com eficiência por todo o corpo. Isso também afeta hamsters.

Ambas as doenças de hamster ocorrem com mais freqüência na velhice em hamsters do sexo feminino e geralmente estão relacionadas à amiloidose. Os sinais incluem dificuldade em respirar, batimentos cardíacos irregulares e um tom azulado da pele. Não existe tratamento eficaz. No entanto, seu veterinário pode sugerir maneiras de gerenciar essa condição por um período de tempo.

Conheça todo o cuidado de Hamsters

Distúrbios digestivos

A diarréia é um dos problemas mais comuns do sistema digestivo em hamsters e pode ser causada por vários distúrbios diferentes. A constipação é outro problema digestivo comum em hamsters.

O enterite proliferativa É uma inflamação que se espalha pelo intestino delgado, causando diarréia em hamsters. O culpado é a bactéria Lawsonia intracellularis, que é mais provável> estressado por viver em uma gaiola em superlotação, doença ou mudanças na dieta. Esta doença do hamster é mais comum em jovens. Os sintomas comuns desta doença incluem baixos níveis de energia, perda de apetite e perda de peso.

Doença de Tyzzer É uma doença digestiva causada por bactérias Clostr> consumo de fezes contendo bactérias. Esta doença do hamster é mais comum em jovens. As bactérias podem formar esporos e se espalhar pelo meio ambiente. É por isso que gaiolas, recipientes para alimentos e fontes de água devem ser cuidadosamente limpos e desinfetados.

As você teve uma das doenças mais comuns de hamster em comparação com camundongos e ratos. Hamsters infectados geralmente não têm sinais. Quando um hamster tem um caso sério, as tênias podem causar inflamação e bloqueio do intestino. Bem como infecção linfonodal.

Constipação

Os hamsters podem sofrer de constipação se comerem a cama e o intestino estiver obstruído ou se uma parte do intestino se dobrar dentro de si, uma condição conhecida como intussuscepção.

O invaginação intestinal Pode ser causada por inflamação do intestino, gravidez, má alimentação ou falta de água potável. Às vezes parece uma estrutura tubular saliente do ânus. Isso é considerado uma emergência médica e requer atenção e cirurgia veterinárias imediatas. Esta doença do hamster é fatal se não tratada e as chances de recuperação são reservadas mesmo com cirurgia imediata.

O tratamento da constipação requer a causa da constipação. Pode ser necessário remover cirurgicamente uma parte deles.

Distúrbios oculares

O Conjuntivite É uma inflamação do olho que pode ser o resultado de uma lesão. Também pode ser causado por uma infecção bacteriana, irritação da cama ou mordidas. Água quente pode ser usada para ajudar a remover a crosta ao redor dos olhos e pálpebras. O seu veterinário pode enxaguar os olhos com solução salina e pode ser prescrita uma pomada antibiótica ou outro tratamento.

O Protrusão do globo ocular É uma das doenças comuns dos hamsters. Pode ocorrer devido a infecção do olho ou trauma. A condição também pode ocorrer quando o hamster está muito restrito. Isso deve ser considerado uma emergência que requer atenção veterinária. Se o tratamento for administrado mais cedo, as chances são de que o olho possa ser salvo.

Problemas nutricionais

Se uma hamster grávida não recebe vitamina E suficiente, seus fetos podem sofrer degeneração do sistema nervoso. Quando isso acontece, o hamster geralmente fornece filhotes fracos ou mortos. Hamsters adultos com deficiência de vitamina E podem ter distúrbios musculares ou fraqueza, que pode levar à paralisia. Você pode impedir que isso aconteça, fornecendo ao seu animal de estimação uma dieta adequada e equilibrada.

Doenças relacionadas com a temperatura

Por um lado, É comum os hamsters pegar um resfriado. Se estiver exposto a correntes de ar ou em sua casa estiver muito frio, seu hamster terá ranho, o nariz apitará e ele não deixará de espirrar.

Pelo contrário, Se o que acontece ao seu hamster estiver muito quente, ele poderá sofrer um choque térmico. Isso o deixará apático, em um estado de choque, com dificuldade para respirar.

Não deixe seu hamster ficar muito frio ou muito quente! Pode ter consequências muito graves.

Abcessos e infecções

Os abscessos são nódulos de pus subcutâneo, geralmente vermelho, saliente e doloroso, que pode se formar em qualquer parte do corpo, devido a uma reação do sistema imunológico do hamster. Eles se distinguem dos tumores, porque nos abscessos geralmente existem restos das feridas que o formaram.

Esses pacotes geralmente ocorrem devido a infecções bacterianas ou parasitárias ou cortes e picadas mal curadas. O tratamento depende da gravidade da infecção ou abscesso, mas geralmente é suficiente abri-la, limpar bem a área infectada e curar a ferida com uma pomada. Se isso não for suficiente, o veterinário pode recomendar tomar antibióticos, se necessário, para eliminar infecções.

Oclusão de transporte

Outra das doenças mais comuns dos hamsters é a oclusão das bochechas, quando algo muito doce ou pegajoso fica preso na boca por dentro, tem problemas para se livrar dele. Ele não pode cuspir e, portanto, também não pode comer outros alimentos.

Se você der o seu hamster uma dieta com muitas gorduras e açúcares, você pode desenvolver diabetes. Uma das principais causas de diabetes é a obesidade! Para evitá-lo, dê-lhe uma dieta equilibrada e saudável e não o superalimente!

Como você viu, algumas das doenças mais comuns dos hamsters são mais graves que outras, mas todas precisam de atenção médica. Se você observar em seu hamster algum sintoma dessas ou de outras doenças, é melhor procurar o veterinário o mais rápido possível para que ele possa dar um diagnóstico e tratamento adequados. Nunca medicar seu animal de estimação por conta própria!

Ácaros e fungos

Outra das doenças mais comuns em hamsters são os ácaros e fungos. Esses parasitas eles geralmente já estão em nossos animais de estimação mas eles podem ser agravados em situações de estresse, enfraquecimento do sistema imunológico, infecções bacterianas ou na pele, má alimentação ou má higiene da gaiola. Eles também podem ser causados ​​por contágio com outros animais infectados por parasitas.

Os sintomas produzidos por ácaros ou fungos em hamsters com coceira excessiva, pele irritada ou careca, formação de eczema ou crostas e mais movimento e inquietação na gaiola normal.

O tratamento depende do tipo de ácaros ou fungos que nosso animal de estimação contratou, mas geralmente é suficiente desinfetar o animal (e sua gaiola) com produtos específicos, sempre fornecidos por um veterinário, manter a alimentação e a higiene adequadas da gaiola. e, caso a infestação se deva a sarna na pele, é necessário levar o hamster com urgência ao veterinário, embora essa doença possa ser diferenciada das condições mais amenas, pois também produz bolhas nas extremidades, orelhas e focinho.

Resfriados, bronquite e pneumonia

Os resfriados são uma das doenças mais comuns em hamsters que eles podem levar a bronquite e / ou pneumonia Se eles nos curarem bem. Essa condição geralmente ocorre quando o animal é afetado por mudanças repentinas de temperatura ou por ser frequentemente exposto a correntes de ar.

Os sintomas variam de dificuldades respiratórias, falta de apetite, espirros, olhos lacrimejantes, curvados ou trêmulos, até o nariz escorrendo. Mas se o frio não estiver bem curado e esses sintomas continuarem com tosse, secreção nasal recorrente, avermelhamento do focinho e chiado ao respirar, é muito possível que o hamster tenha apanhado bronquite ou até pneumonia.

O tratamento nesses casos é muito semelhante ao dos humanos. Assim, forneceremos um local quente e seco para o animal, com bastante descanso, uma refeição nutritiva e o levaremos ao veterinário caso precise de antibióticos ou outros medicamentos. .

Diarréia ou constipação

Diarréia e constipação são duas doenças comuns em hamsters que apresentam sintomas completamente opostos e é por isso que podem ser bem diferenciados.

No caso de diarréia, o animal tem alguma excremento pastoso ou líquido, inapetência e falta de atividade e a região anal muito suja (é por isso que muitas vezes é confundida com a doença da cauda molhada). A diarréia pode ser causada por infecções bacterianas, superalimentação de muitos produtos frescos, falta de higiene na gaiola e seus componentes, mudanças repentinas de temperatura, etc. Nesse caso, o tratamento deve consistir em hidratar o hamster com água em abundância, suprimir os alimentos frescos da sua dieta (descuidar frutas e vegetais, fornecer alimentos adstringentes como arroz cozido, limpar a região anal para evitar infecções e procurar o veterinário). Prescrição de antibióticos, se necessário.

Por outro lado, no caso de constipação, há falta ou diminuição de excrementos, que serão pequenos e duros, o hamster terá um ânus inchado e levemente úmido e pode mostrar sinais de dor, perda de apetite e inchaço no abdômen. Geralmente é causada por uma dieta ruim ou desequilibrada e o tratamento consiste em administrar muita água e frutas e vegetais laxantes.

O abazones São os sacos ou sacas que têm muitos macacos ou roedores nas bochechas que são usados ​​para armazenar alimentos e, às vezes, podem ficar entupidos ou afetados por feridas e / ou feridas. Ao contrário dos humanos, as bolsas das bochechas desses animais são secas e não úmidas e, portanto, às vezes podem ocorrer ferimentos ou abscessos se eles comerem alimentos estragados ou pegajosos, o que os torna incapazes de esvaziar as bochechas. Se o nosso animal de estimação sofre dessa condição, notamos isso pela inchaço das bochechas.

Nesse caso, podemos tratar o hamster levando-o ao veterinário para limpar e esvaziar as fezes com cuidado, extraindo toda a comida que foi deixada dentro e fazendo as curas apropriadas.

Mordidas, cortes ou ferimentos

Em muitas ocasiões, hamsters estão em contato com outros de sua espécie e em algumas de suas lutas, confrontos ou mesmo jogando, eles podem morder ou machucar seus corpos.

Normalmente, os hamsters afetados geralmente limpam as feridas mais leves e curam em alguns dias. Mas se vemos que tem algum lesão grave ou sangramento, temos que tratá-lo curando da melhor maneira possível, cortando os cabelos da área afetada, limpando a ferida e aplicando uma pomada antibiótica para que não fique infectada. Em caso de infecção, é aconselhável consultar um veterinário.

Irritação ou infecções oculares

Irritações ou infecções nos olhos de hamsters também são outras doenças comuns desses animais. Seja para brigar com outro hamster, para algo como poeira, sujeira, uma folha de feno ou uma lasca de madeira ou para uma infecção bacteriana, os olhos de nossos animais de estimação podem ser feridos de maneiras diferentes.

Os sintomas que ocorrem são lágrimas excessivas, abaulamento, olhos fechados e / ou infectados e excesso de lagartos. Nesse caso, se a lesão ocular for leve, podemos limpar o olho afetado com um pano umedecido em água morna até que o animal abra o olho e, uma vez aberto, aplique um gotas salinas ou colírios. Caso a lesão ocular seja grave, devemos procurar um veterinário para prescrever os medicamentos relevantes, como pomadas antibióticas, por exemplo.

Tumores ou câncer

Os tumores são sobre pacotes internos ou externos que hamsters se desenvolvem, como o restante das espécies, devido a um aumento nas células que os compõem, que podem ser benignas ou malignas. Se o tumor é maligno e tem a capacidade de invadir e metastizar em locais distantes do tumor original, é chamado de câncer.

Esses nódulos podem ser diferenciados de outras condições, como nódulos de gordura ou cistos, porque quando você os toca, eles não se movem e geralmente aparecem por vários fatores, mas o mais comum é o envelhecimento do animal. Los síntomas más notables son los bultos tanto externos como internos (aunque estos últimos son mucho más difíciles de detectar y normalmente no se cogen a tiempo), un aspecto enfermo en general con inapetencia, poca actividad, y pérdida de peso y pelo.

Los tumores externos pueden extirparse mediante la operación realizada por un veterinario cualificado, aunque nada garantiza que no estos no les vuelvan a salir. Y los tumores internos también son operables pero son mucho más difíciles de detectar y extirpar, por el tamaño del hámster principalmente. El tratamiento dependerá de la edad y del estado de los bultos del animal.

Este artículo es meramente informativo, en ExpertoAnimal.com no tenemos facultad para recetar tratamientos veterinarios ni realizar ningún tipo de diagnóstico. Te invitamos a que lleves a tu mascota al veterinario en el caso de que presente cualquier tipo de condición o malestar.

Se você quiser ler mais artigos semelhantes a Enfermedades más comunes de los hámsteres, te recomendamos que entres en nuestra sección de Prevención.

Trastornos pulmonares y de las vías respiratorias

Debido a su pequeño tamaño, los trastornos de las vías respiratorias en los hámsters rápidamente pueden llegar a ser graves. Si nota que su hámster tiene sibilancias o dificultad para respirar, consulte a su veterinario inmediatamente.

Neumonía o inflamación de los pulmones, es común en los hámsters. Por lo general es el resultado de una infección bacteriana . Las bacterias que a menudo causan neumonía están normalmente presentes en el sistema respiratorio o digestivo en pequeñas cantidades. Estas bacterias pueden multiplicarse y provocar una enfermedad. Las señales de que un hámster está enfermo con neumonía incluyen pus o supuración de moco de la nariz o los ojos, dificultad para respirar, pérdida de apetito, y la falta de actividad.

Los abscesos cutáneos

Los abscesos cutáneos son bolsitas infectadas de pus bajo la piel. Por lo general son causados por una infección bacteriana de las heridas recibidas durante un enfrentamiento con sus compañeros de jaula o de las lesiones causadas por objetos punzantes en la jaula. Los abscesos suelen estar ubicados alrededor de la cabeza. El tratamiento incluye el drenaje del absceso y antibióticos.

La pérdida de pelo (alopecia)

La pérd >puede tener muchas causas en los hámsters. Estos incluyen roce constante en partes de la jaula, falta de proteína en la dieta, y masticación del cabello por sus compañeros de jaula. La pérdida de pelo también puede ser un signo de un tipo de linfoma de células T (un tipo de cáncer) que afecta a la piel. Una infestación de ácaros, tumores en las glándulas suprarrenales, un desequilibrio de la glándula tiroides, y los problemas con los riñones son las condiciones más raras que también pueden causar la pérdida del cabello.

La infestación de ácaros es común en los hámsters. Las 2 especies de ácaros que son más comunes son criceti Demodex e aurati Demodex. Esta condición es más común en los machos y adultos, ya que estos grupos son más propensos a la desnutrición y otras enfermedades. Cuando un animal está infestado de ácaros, su piel se inflama, se vuelve seca y escamosa, con pérd >no pica . El tratamiento incluye un champú de prescripción que contenga sulfuro de selenio o una pomada que contenga amitraz.

Aquí tienes algunas de las enfermedades de los hámsters más comunes. Toma las previsiones para evitarlas. Y en caso de dudas, siempre acude a tu veterinario de confianza!

Pin
Send
Share
Send
Send